Inovação e Tendências, Relacionamento

Você tem uma história para contar?

Você tem uma história para contar?

Uma história bem contada gera vínculo e aproxima seus clientes de você.

Todo mundo tem alguma história para contar. Algumas são mais interessantes que as outras. Têm mais detalhes, mais informação, mais emoção. Alguns contadores de história têm mais habilidade que outros, o que ajuda a dar mais brilho e beleza ao assunto contado.

As histórias são grandes e eficientes vínculos emocionais: lembramos dos nossos ancestrais, dos amigos de infância, dos momentos de atitude, dos momentos de alegria e mesmo os de tristeza. A emoção funciona como uma cola, que faz a informação aderir ao nosso cérebro, de forma mais colorida, mais viva, mais duradora.

E essas mesmas histórias também são vínculos entre empresas e consumidores, sejam eles de comida, roupa, carro ou instrumento musical!

Se a sua empresa é antiga, ela tem uma trajetória, desde a abertura até hoje. Momentos difíceis, vacas gordas e magras, produtos maravilhosos, visitas ilustres, sacadas geniais. E tempo de relacionamento com os clientes.

Agora se a sua empresa acabou de ser criada, ela também tem história. Mas de outra forma. Tem o sonho de empreender, a paixão pela música e seu ecossistema de empresas, fabricantes, produtoras, gravadoras, empresas de evento, público, artistas, técnicos. Tem uma causa, uma razão de existir, de tentar ir contra a maré dos pessimistas e abrir mais uma loja, com mais um conceito. A sua loja, o seu conceito, a sua crença. Enfim, a sua história.

Falo isso pois num mundo cada vez mais digital, as pessoas estão esquecendo o eterno valor – sim, eterno – das relações pessoais, das histórias vividas e compartilhadas. Isso dá vínculo, credibilidade, perpetua a relação e ajuda a construir o novo. Do apito com a nota, passando pelo diapasão que vibra e chegando ao afinador digital, nada disso impacta negativamente nas relações. Pelo contrário, cria novas e novas histórias. Da dificuldade e demora para afinar em locais abertos e barulhentos, ao tempo que se passava junto, validando a afinação dos instrumentos de corda. Rolava até uma mini jam session.

Pois busque lá no fundo as suas melhores histórias e compartilhe-as com todos na sua empresa, com brilho no olho, gerando o vínculo. Até os funcionários novatos, quando contarem a história “da nossa empresa”, parecerão terem vivenciado o fato. E este é o primeiro passo para a extensão do vínculo com seus clientes.

Fique atento ao seu redor. Boas e verdadeiras histórias, relações transparentes e tecnologia como suporte são uma boa mistura para usar como combustível para o seu negócio.

 









Receba mais conteúdo de Alessandro Saade em seu e-mail!

Topo

Hey! Não perca nossas novidades!

Se inscreva abaixo e receba os melhores conteúdos gratuitos para seu desenvolvimento, promoções, eventos online e muito mais!