Liderança

Liderança de si mesmo

Para ser o melhor, o campeão, o número 1, você deve aprender a liderar a si mesmo e parar imediatamente de se comparar com os outros

Você deseja resultados extraordinários em sua vida?
Imagine em uma prova olímpica onde todos os atletas são excelentes, pois estão lá representando seu país.
Então passam pela linha de chegada o primeiro, o segundo, o terceiro...
E a minha pergunta para você é: De quem o mundo inteiro ouve falar?
Da medalha de bronze, de prata ou de ouro?
Isso mesmo, do primeiro lugar, do número um. Todos são excelentes, mas apenas um é extraordinário.
Portanto, ao desejar resultados extraordinários em sua vida, você deve sim, ser o primeiro, o melhor, o número um.
No entanto, eu não posso correr o risco de você terminar essa leitura interpretando que para isso você deve ser melhor que os outros, puxar o tapete de alguém, iniciar um processo altamente competitivo. Não é isso. Para ser o melhor, o campeão, o número 1, você deve aprender a liderar a si mesmo e parar imediatamente de se comparar com os outros.
Ao se comparar com as outras pessoas, duas coisas podem acontecer: Ou você se sentirá pior que o outro ficando frustrado e até mesmo com certo índice de inveja, ou se sentirá mais importante, se achando a  “última coca-cola do deserto”  e neste momento, poderá cair na zona de conforto por acreditar que você é melhor  e não tem mais nada para aprender e fazer.
Para ser o melhor, ser extraordinário, o campeão em tudo o que faz, você deve sim ser melhor do que uma única pessoa e vencer a batalha mais difícil que tem. Adivinhe quem é?
Isso mesmo: Você!
Você deve ser melhor hoje do que foi ontem, amanhã do que hoje e vencer a si mesmo.
Não espere se tornar um super-homem ou uma mulher-maravilha de ontem pra hoje. Não funciona assim. No entanto você deve ter o foco de ser um pouquinho melhor a cada dia.
Melhor em quê? Em tudo. Em todos os aspectos. No seu controle emocional, nos seus relacionamentos, em sua atividade profissional, no controle de suas finanças, ou seja, em tudo!
Mas a boa notícia é que essa transformação é gradativa. Não acontece do dia pra noite, não requer uma força sobre-humana. Esta é a famosa filosofia japonesa chamada KAIZEN: Melhoria constante e incessante.
Você concorda que os Japoneses há cerca de 50 anos atrás teriam todas as desculpas do mundo para ainda hoje se autodenominarem: ”Uma Nação em Fase de Desenvolvimento”?
Eles foram destruídos na segunda guerra mundial, foram destruídos com as bombas de Hiroshima e Nagasaki e essas destruições não foram apenas físicas, mas também psicológicas.
50 anos para uma nação não é nada! E ainda assim, com o propósito de ser melhor um pouquinho a cada dia eles se transformaram em uma potencia mundial.
Nós temos o péssimo hábito de superestimar o que vai acontecer em nossa vida em 1 ano, mas subestimamos o que pode acontecer em 5, 10 anos!
Ao se olhar no espelho, sem máscaras, sendo você mesmo, faça as seguintes perguntas:
Eu estou dando o melhor de mim a cada momento?
Eu realmente estou sendo o melhor que eu posso ser?
A tarefa que estou executando, o trabalho que estou fazendo é o melhor resultado que eu posso entregar?
Ao fazer essas perguntas, você irá andar em passos largos para ser o melhor, o primeiro, o número 1.
Mas lembre-se, você não precisa ser melhor do que ninguém, a não ser você mesmo.
O Airton Senna que sempre foi campeão, acostumado a estar sempre entre os primeiros se preocupava muito mais com sua performance pessoal do que com os outros.
Constato isso todas as vezes que passo em meus treinamentos um vídeo em que o mecânico dá uma entrevista relatando que muitas vezes quando Senna já era o pole-position, já era o primeiro colocado para a largada da prova e que mesmo com a certeza de ninguém mais poderia ameaçar a posição dele, ele queria voltar às pistas.
Apesar de a equipe informar que ele não precisava mais ir, que a “pole position” estava garantida, ele dizia que queria dar mais uma volta, pois sabia que ainda dava para diminuir o seu tempo. Impressionante, não é?
Use este exemplo em sua vida. Seja líder de si mesmo. Nunca aceite nada que não seja o melhor de você!

Pare de se comparar com os outros e compare-se a si mesmo, compare suas atitudes hoje em relação a ontem, melhore todos os dias apenas um pouquinho e ficará surpreso quando as pessoas comentarem que você está entre os melhores, que você agora é um campeão.

Receba mais conteúdo de Rodrigo Cardoso em seu e-mail!

Topo

Hey! Não perca nossas novidades!

Se inscreva abaixo e receba os melhores conteúdos gratuitos para seu desenvolvimento, promoções, eventos online e muito mais!