Você tem usado sua Bola de Cristal?

Você tem usado sua Bola de Cristal?

Você imagina quanto as empresas do mundo todo investem anualmente em pesquisas para identificar o que o consumidor deseja – e o que ele nem sabe ainda que deseja? Eu não imagino, mas suspeito que se trata de uma fortuna. Pesquisas desse tipo são vistas como grandes fontes de idéias de novos produtos e serviços e direcionam boa parte das estratégias das empresas. São uma espécie de bola de cristal para o empreendedor moderno, que precisa estar sempre um passo à frente de seu tempo, sempre em busca de novas oportunidades de negócios.


Não pretendo tirar o mérito desses estudos, mas serão eles o único meio de antever o que vem por aí? Estou certa de que não. As dicas do que as pessoas vão precisar e desejar no futuro desfilam diante de nós todos os dias, por toda parte: nos jornais, nos programas de televisão, nas ruas, nas palavras e atitudes das pessoas. Você vê essas dicas? Está atento a elas? É capaz de reconhecê-las?


As dicas a que me refiro são as tendências de comportamento e estilo de vida que podemos identificar com um olhar atento à realidade. Observe para onde caminha a humanidade e você poderá enxergar muitas oportunidades para sua empresa.


Uma das tendências bastante evidentes hoje é o aumento da expectativa de vida do ser humano. No Brasil, ela já beira os 75 anos de idade, e há países em que ultrapassa os 80. Projeções demográficas indicam que, em 2025, haverá nada menos que 1 bilhão de pessoas com mais de 60 anos no planeta. Agora me diga: você já imaginou o impacto que o aumento da população de idosos trará para os negócios? Vou lhe dar um exemplo: hoje, já há arquitetos preocupados em projetar apartamentos adaptados para pessoas idosas, com maior espaço de circulação e equipamentos acessíveis para quem usa cadeira de rodas. Muitos cidadãos da melhor idade, no entanto, gozarão de ótima saúde com os avanços da medicina e estarão trabalhando, se divertindo, passeando, comprando e até mesmo estudando. O que está sendo imaginado para atendê-los?     


Outra onda crescente é a da personalização de produtos e serviços. As pessoas são cada vez mais exigentes com aquilo que compram. Querem algo que corresponda plenamente aos seus gostos pessoais e necessidades. A indústria automobilística foi uma das primeiras a sacar isso e oferecer ao cliente a possibilidade de montar o carro de seus sonhos via internet. A pessoa acessa o site da montadora e escolhe desde a cor até cada pequeno acessório do carro. O mesmo princípio de "customização" pode ser aplicado a muitas outras coisas, de roupas a eletrodomésticos, de móveis a calçados. Por que não criar um site que permita ao consumidor escolher modelo, cor, tamanho e detalhes de sua nova jaqueta jeans – e receber a encomenda pelo correio? Seria o máximo.


A preocupação com o meio-ambiente é outra tendência irreversível para a humanidade. Tudo que tiver a ver com fontes de energia renovável, recuperação ambiental, controle de poluição e resíduos industriais e uso racional de recursos naturais tem grandes perspectivas de demanda em futuro próximo. Outro dia li no jornal uma matéria sobre um sistema para a captação de água da chuva que havia sido instalado nas casas de uma pequena comunidade da Amazônia, garantindo às famílias uma reserva de água limpa em tempos de seca. Simples e  barato, o sistema poderia facilmente ser usado também pela população das cidades, gerando economia de água encanada e diminuindo os problemas com enchentes. Veja que nem tudo nessa área depende de grandes investimentos e alta tecnologia, mas às vezes de soluções engenhosas. Já na Espanha, que costumo visitar regularmente, um setor em alta é o que eles chamam de "bioconstrução", um ramo da construção civil que utiliza materiais ecológicos.


É também muito promissora para novos negócios a convergência tecnológica dos meios de comunicação. Até algum tempo atrás, telefone, televisão e internet eram coisas distintas, com conteúdos distintos. Hoje, os celulares já acessam conteúdos da internet e os internautas usam o computador para fazer chamadas telefônicas. Logo a televisão digital entrará nesse samba, permitindo que as pessoas naveguem a internet a partir da sala de estar, que vejam filmes de tv nos celulares... Uma loucura! Não faltam oportunidades nessa área, não só para a fabricação de equipamentos, mas, principalmente, para a criação de conteúdos. Programas televisivos, anúncios publicitários, noticiários, sites de internet e serviços de mensagens, para citar só alguns exemplos, ganharão novos formatos, novas possibilidades nunca antes sonhadas.


Essas são apenas algumas tendências entre várias que existem nos dias de hoje. Que outras você é capaz de identificar? Olhe à sua volta. Há dicas de oportunidades em todos os setores da atividade humana, do lazer à educação, da saúde à habitação. Sempre digo que nossos olhos vêem o que estamos buscando. Se você observar o mundo com a mente aberta, certamente enxergará grandes possibilidades para fazer bons negócios e melhorar a qualidade de vida das pessoas. Na verdade, o olhar buscador é sua melhor bola de cristal.

Receba mais conteúdo de Leila Navarro em seu e-mail!

Topo

Hey! Não perca nossas novidades!

Se inscreva abaixo e receba os melhores conteúdos gratuitos para seu desenvolvimento, promoções, eventos online e muito mais!