Motive-se e faça bem feito

Aprenda a se automotivar para fazer as coisas bem feitas e não seja mais um que começa as coisas e não termina. Determine-se para fazer o seu melhor, focando os resultados positivos...

Aprenda a se automotivar para fazer as coisas bem feitas e não seja mais um que começa as coisas e não termina. Determine-se para fazer o seu melhor, focando os resultados positivos...


Você conhece pessoas que não terminam aquilo que começam? Talvez você conheça pessoas que deixam as coisas pela metade, não é mesmo? Gente com esse tipo de atitude dificilmente vai obter sucesso duradouro, a não ser que parem na metade para fazer outras coisas mais importantes e gratificantes.


 


Não seja mais um com a S.S.D.A.F.Q.C.: “Síndrome de Sentir-se Derrotado Antes de Fazer Qualquer Coisa”, pois a atitude interna é o que determinará em boa parte o seu sucesso ou fracasso. O certo é que tanto o sucesso, quanto o fracasso, começa primeiro é na representação mental de cada indivíduo. Comportamentos imaturos e medíocres impedem aquela promoção por um salário melhor, impedem um cargo melhor e até mesmo a conquista de uma pessoa especial.


 


Nos dias atuais, é preciso possuir alguns diferenciais e ter atitude para colocá-los em prática, caso contrário, ninguém conseguirá destaque em sua carreira profissional. Para se motivar a fazer coisas bem feitas, é necessário acionar os mecanismos que geram os estados internos que vão nos permitir fazer as coisas com prazer e boa dose de otimismo.


 


A Neurociência vem descobrindo que, quando consideramos a possibilidade de agir com sucesso, o sistema de recompensa (núcleo acumbente) vai nos causar prazer, pois há uma ativação de dopamina que servirá como motivação, ou impulso, que nos fará agir para alcançar o resultado projetado. Isso é lógico porque aquilo que não causa prazer não nos estimula a iniciar ou terminar algo.


 


Os estudos mostram que a imaginação pode ativar no cérebro os mesmos circuitos que são mobilizados numa situação real. Suzana Herculano, em seu livro “Fique de Bem Com o Seu Cérebro” (2007), afirma que “pensar em realizar uma atividade tem grandes chances de dar certo, é uma fonte não só de satisfação prévia, como também de motivação para seguirmos adiante”.


 


Criar um quadro mental dos resultados que almejamos antecipa o bem-estar e com isso agimos com motivação. Pode parecer simples, mas graças a estudos recentes pode-se afirmar que o caminho para encontrar o entusiasmo, ânimo ou motivação para se fazer algo bem feito, é imaginar-se realizando tal tarefa, acreditando com foco nos resultados positivos.


 


Sabendo disso, use a sua capacidade de se automotivar criando um quadro mental do resultado positivo, mas saiba que é preciso crer para acontecer. Não coloque desculpas, inicie, faça bem feito e conclua aquilo que se propõe a fazer.


 

Receba mais conteúdo de Cersi Machado em seu e-mail!

Topo

Hey! Não perca nossas novidades!

Se inscreva abaixo e receba os melhores conteúdos gratuitos para seu desenvolvimento, promoções, eventos online e muito mais!