Liderança

A comunicação na liderança

A comunicação na liderança

Um líder deve comunicar-se de forma firme, porém sem grosserias; ser exemplo com palavras de reconhecimento, encorajamento, agradecimento e desculpas

Será que existem palavras que sejam mais ou menos indicadas para a comunicação do líder? Nos dias de hoje, os liderados dizem que sim!

A comunicação feita de forma positiva, é sempre melhor aceita. Jamais os líderes devem esquecer-se de palavras de reconhecimento, encorajamento, agradecimento e desculpas sempre que a situação exigir.

O tom autoritário não é bem visto, mas também não dá para ser muito permissivo na comunicação, principalmente quando a situação deve ser levada com firmeza e eu disse FIRMEZA e não GROSSERIA.

Elogie em público, critique em particular essa máxima todos ou quase todos os líderes conhecem, mas porque será que não praticam? Lembre-se sempre de palavrinhas mágicas que nós ensinamos para os nossos filhos e muitas vezes, esquecemos depois de praticar e veja que a liderança é pelo exemplo, os “abre portas” como: “obrigado”, “desculpe”, “por favor”, “parabéns” e outras da mesma família.

Importante também é destacar que falar corretamente faz a diferença e agrega credibilidade aos líderes. Para colocar isso em prática, procure estruturar e expor pensamentos, sentimentos e ideias de forma precisa, obedecendo às regras gramaticais e tendo vocabulário flexível para se ajustar ao grupo, ou seja, fale com clareza e objetividade, evitando modismos e vícios de linguagem, para isso leia mais para ampliar a capacidade do seu vocabulário. Se o líder está à frente de uma equipe e comete alguma falha com as palavras, esse erro pode fazer com que os liderados deixem de prestar atenção na mensagem, sem contar que pode macular a credibilidade da pessoa do líder.

Uma comunicação eficaz é aquela em que os colaboradores têm liberdade e são estimulados a contribuírem livremente com ideias e sugestões, mesmo que estas possam naquele momento não serem úteis e sem criticar a contribuição pois isso poderá causar a supressão de novas opiniões. Essa troca de informações e a abertura dos canais de comunicação são o que faltam para solucionar problemas para a empresa e juntamente com a equipe darem grandes saltos.

Cabe ao líder implementar um programa que incentive os colaboradores a emitirem suas opiniões, pois isso não diminuirá a influência do líder e sim aumentar e essa atitude começa com pequenos incentivos, como: deixar espaço para que todos possam expressar seus pontos de vista, propiciando momentos de discussão sobre decisões a serem tomadas, o que incentiva a participação e aumenta a percepção do líder como cada um pensa, aceitar e discutir opiniões, mesmo que divergentes. Além disso, é preciso proporcionar que as pessoas se motivem e ajudá-las a acreditarem em si mesmas.

Não basta estimular a participação da equipe e não estar pronto para ouvir e participar, por não se tratar de uma via de mão única, é imprescindível que haja disposição do líder para escutar efetivamente as opiniões, as necessidades e aquilo que os colaboradores têm para acrescentar a todo e qualquer assunto. Quem não ouve está a um passo de se tornar autoritário e arrogante, colocando em risco a liderança, além de perder oportunidades de aprender, conhecer melhor sua equipe e receber deles a autoridade pela parceria líder x liderado.

As organizações estão ficando cada vez mais informais, fato que facilita a comunicação e o desenrolar das informações importantes no mundo competitivo que vivemos e aproxima as pessoas, mas ainda há organizações formalizadas e com a antiga hierarquia, ainda é difícil que haja uma boa comunicação em todas as direções.

Muito mais há para se falar sobre a comunicação do líder, mas comece pensando nisso!

Receba mais conteúdo de Eduardo Rodrigues em seu e-mail!

Topo

Hey! Não perca nossas novidades!

Se inscreva abaixo e receba os melhores conteúdos gratuitos para seu desenvolvimento, promoções, eventos online e muito mais!